PLANO B

keep-calm-and-pensamento-positivoO poder que adquirimos na web

No final de 2013 o site www.sonoticiaboa.com.br recebeu o prêmio de Melhor site do ano, graças à votação de seus leitores.

O site é dirigido por Rinaldo de Oliveira e Andrea Fassina, casal de jornalistas que mora em Brasília e que, com o site, vêm realizando um sonho antigo.

Quando Alvin Toffler, pensador futurista norte-americano previu que surgiria, por meio das TICs – Tecnologia da Informação e Comunicação, o indivíduo-mídia, onde cada um de nós seria uma mídia e que teríamos nosso público e nossa audiência, a ideia pode ter parecido presunçosa. Hoje a eloquência expressada na web já reverbera, inclusive, nas grandes mídias e reitera as predições do guru.Alvin_Toffler_02

Para Rinaldo, que é repórter e apresentador da Band, o projeto rendeu-lhe alguns desafios: “O primeiro foi mostrar que notícia não tem de ser ruim. É possível fazer um jornalismo bem feito com notícias positivas. O segundo foi produzir e encontrar notícias boas diariamente”, relata. “No início a meta era postar três por dia, mas hoje conseguimos postar em média cinco reportagens diariamente e ainda deixar “gaveta” para publicar outras no fim de semana. O terceiro foi quebrar o velho pensamento que paira sobre os editores clássicos da mídia, de que notícia boa não dá audiência”, celebra.

O número de acessos-mês no site chega a bater 500 mil visitas e a editoria só permite assuntos que levem informação positiva aos leitores. Hoje o site compartilha artigos e notícias de outros veículos que vêm da rede de colaboradores. “As pessoas recebem bem a ideia de ter um espaço como o nosso na internet. Os conteúdos também são produzidos por colunistas colaboradores, amigos que o casal vem colecionando desde os anos 1980, no início de suas carreiras. De alguma forma esse grupo sonhava trabalhar em uma redação sem gritos, assédio moral e outros vícios comuns à área.

No mês de abril o site passou a contar com recursos de acessibilidade a surdos e cegos parciais. Trata-se de uma ferramenta, desenvolvida pelo Instituto CTS. Além de ler em português, os leitores poderão ouvir os conteúdos publicados no site e ver a tradução em LIBRAS, a Língua Brasileira de Sinais, adotada por grande parte dos 10 milhões de surdos brasileiros. O mecanismo também dá suporte aos analfabetos funcionais, daltônicos, disléxicos e outras pessoas com necessidades especiais físicas e sensoriais.

Com o avatar Rybená – que significa “comunicação” na língua Xavante, a tradução simultânea é feita de forma intuitiva. O Rybená foi criado pelo Instituto CTS, que desenvolve soluções tecnológicas voltadas para a área social. Atualmente, a plataforma conta com um banco de dados com mais de 6.000 gestos, que representam aproximadamente 450.000 palavras. O trabalho é atualizado constantemente por um grupo de linguistas.

Para os profissionais da indústria do Entretenimento e da Comunicação este é um passo importante, uma experiência implantada no Brasil, a exemplo de outras bem sucedidas nos Estados Unidos e na Europa e que estimulam o sonho do Plano B, graças a este poderoso canal de produção e distribuição que é a Internet.

Sandra de Angelis é jornalista – Editora da Edgemidia – Assessoria em Comunicações

de São Paulo

Curta a página do Prodbook no Facebook

2 Comments

  1. Mari Angela

    Notícia boa! Mais do que nunca todos nós precisamos disso.

    Reply
  2. Pablo San Martín

    Notícia boa atrai fato bom, “lei” da energia. Eu batizaria este tipo de veículo como “mídia branca”! 🙂

    Reply

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *